Já temos unidades abertas! Clique aqui e saiba mais.

Já temos unidades abertas! Veja aqui os cuidados que tomamos para receber você com toda segurança.

Flacidez: Mitos, verdades e tratamentos estéticos
flacidez surge quando a pele perde sua elasticidade. Aparece em partes bem visadas do corpo, como coxas, barriga, bumbum, braços e rosto, e é um dos fantasmas que atormentam a maioria das mulheres.

Você já ouviu muita coisa por aí sobre flacidez, mas você sabe o que é verdade e o que é mito? A Pró-Corpo mostra para você! Nós sabemos tudo sobre flacidez e como tratá-la:

Dormir de barriga para baixo causa flacidez. MITO


A posição adotada na hora do sono não causa flacidez. Mas, como com a idade a pele se torna menos elástica, a pressão do travesseiro sob o rosto pode causar rugas. Por esse motivo, é recomendado o uso de travesseiros específicos para evitar as marcas na face.

Perda de peso causa flacidez. VERDADE


Quando se ganha peso, a pele do rosto se expande para acomodar o ganho, como em todo o corpo. Se você perder o peso extra, você poderá notar bolsas abaixo dos olhos e uma mandíbula com “folga”. Conforme você envelhece a pele perde elasticidade e depois de esticada ela não voltará a mesma condição de quando você era jovem.

Existem dois tipos diferentes de flacidez. VERDADE


A flacidez muscular, muitas vezes, está associada à falta de exercício físico ou a uma atrofia do músculo por desuso. A flacidez cutânea (da pele) pode ter origem genética ou ser resultado de má distribuição das fibras de sustentação da pele, de desidratação, aumento de radicais livres, desequilíbrio metabólico e outros.

Correr causa flacidez. MITO


A flacidez da pele ocorre por fatores relacionados ao envelhecimento, principalmente a perda de colágeno, que dá à pele elasticidade. É pouco provável que o movimento do corpo enquanto você corre seja capaz de danificar o colágeno.

Cápsulas de colágeno são o melhor tratamento. MITO


Ao ingerirmos o colágeno por meio de cápsulas, 80% é distribuído no suco gástrico. É recomendável uma dieta equilibrada com porcentagens adequadas de carboidratos, proteínas, fibras e sais minerais. Além, é claro, do indiscutível benefício da ingestão de, no mínimo, dois litros de água por dia.

Remover os pelos com cera pode causar flacidez. MITO


Desde que a depilação não seja feita de forma exagerada. As fibras de colágeno e a elastina da derme não são atingidas durante o processo.

Exposição prolongada ao sol pode causar flacidez. VERDADE


A exposição prolongada aos raios ultravioletas ao ar livre, principalmente no horário entre 10h e 16h, pode ocasionar a quebra do colágeno. Por esta razão, é essencial passar protetor solar adequadamente sempre que houver exposição ao sol, mesmo que o tempo esteja frio.

Fumar provoca flacidez na pele. VERDADE


Além de ser um destruidor de colágeno, proteína responsável por atribuir elasticidade aos tecidos do corpo, o movimento repetitivo de fumar ainda causa marcas de expressão ao redor da boca.

Gelatina é a melhor fonte de colágeno. MITO


A gelatina é uma fonte pobre de colágeno e além disso, a forma industrializada contém alta quantidade de açúcar, adoçantes artificiais, flavorizantes, corantes e estabilizantes, por isso, devem ser consumidos com cautela.

E aí, gostou? Você encontra super tratamentos contra flacidez na Pró-Corpo! Agende agora mesmo sua avaliação gratuita com nossa Personal Estetic e conquiste o corpo dos seus sonhos! Clique no botão abaixo:

Compartilhe:

2 comentários

2 comentários sobre “Flacidez: Mitos, verdades e tratamentos estéticos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Sobre o Blog
Cada detalhe faz a diferença! Acompanhe o Blog da Pró-Corpo e confira as melhores dicas de estética, beleza, cirurgia plástica, saúde e alimentação!
Instagram @procorpoestetica
Post Recentes
Receba nossa Newsletter

Nós te ligamos:

Por favor, preencha seus dados abaixo para entrarmos em contato com você.

Horário de funcionamento da Central de Agendamento:
De Segunda a Sexta-feira das 8h30 às 20h30 e aos Sábados das 9h00 às 15h00.