Tipos de pintas: Conheça os tratamentos
Sinaizinhos charmosos ou problema de pele? As pintas parecem inofensivas, e a maioria é mesmo, mas algumas  podem esconder algumas doenças.

Uma regra que ajuda na hora de orientar a sua observação é a regra do ABCD. Esse método leva em consideração assimetria, bordas, cores e diâmetro da pinta, a fim de identificar possíveis anomalias. Segundo essa regra, a identificação de dois ou mais critérios já é preocupante e implica na necessidade de uma avaliação mais específica. Confira na tabela abaixo!

Pintas: Regra ABCD
Agora, se o problema for apenas estético, confira abaixo alguns tratamentos para cada tipo de manchinha!

Pintas


Têm cor e formato variados e a distribuição delas é determinada geneticamente. Costumam aparecer nos primeiros 20 anos de vida e ficam com o aspecto acentuado conforme a exposição solar. Não são um problema, a menos que mudem de formato, tamanho ou tonalidade. Para retirá-las por motivos estéticos, usa-se bisturi.

Sardas


São tendência familiar e aumentam conforme a exposição ao sol. Quando se mantém distância da radiação, podem regredir e até desaparecer. Nunca evoluem para o câncer de pele, embora definam um tipo de pele mais vulnerável. Um Peeling Químico pode clareá-las.

Fitofotomelanoses


A culpa é do suco de limão ou de plantas com seivas fotossensibilizantes. É tocar na pele e ir para o sol que as manchas surgem. Em casos graves podem provocar coceira e ardor. Desaparecem espontaneamente, mas devem ser protegidas com bloqueador solar.

Ceratoses actínicas


Lesões pré-malignas causadas pelo excesso de sol. Podem ser avermelhadas, descamativas e endurecidas. Aparecem principalmente na face, mãos, braços e calva. Soluções: cauterização ou criocirurgia.

Micoses


Surgem em situação de baixa imunidade, quando você entra em contato com fungos. Geralmente são esbranquiçadas e devem ser tratadas com pomadas e loções antifúngicas de aplicação tópica, sob prescrição médica.

Manchas escuras


Esses tipos de mancha exigem observação constante. Na maioria dos casos, o diâmetro das lesões é maior que 0,6 centímetro. Deve-se observar se há mudança de cor, contorno irregular, verruga inchada ou minilesões. O tratamento é cirúrgico.



Compartilhe:

6 comentários

6 comentários sobre “Tipos de pintas: Saiba identificar e conheça os tratamentos

  1. Tenho um sinal no meu rosto que parece , no meu nariz que parece uma bola de carne e gostaria de tirar, pois esta me envelhecendo. Por favor preciso de ajuda. Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Sobre o Blog
Cada detalhe faz a diferença! Acompanhe o Blog da Pró-Corpo e confira as melhores dicas de estética, beleza, cirurgia plástica, saúde e alimentação!
Instagram @procorpoestetica
Post Recentes
Receba nossa Newsletter
Ligue agora

Nós te ligamos:

Por favor, preencha seus dados abaixo para entrarmos em contato com você.

Horário de funcionamento da Central de Agendamento:
De Segunda a Sexta-feira das 8h30 às 20h30 e aos Sábados das 9h00 às 15h00.