Já temos unidades abertas! Clique aqui e saiba mais.

Já temos unidades abertas! Veja aqui os cuidados que tomamos para receber você com toda segurança.



Apesar de gerar momentos de inconveniência e, de longe, ser uma das piores coisas que se possa acontecer com os cabelos, a caspa, essa doença que afeta aos homens, na maioria dos casos, não é contagiosa esse caracteriza por pequenos flocos de pele morta e que se desgrudam do couro cabeludo, podendo chegar até os ombros.

Muitas vezes, a caspa se tratar de uma doença genética, no entanto, há maus hábitos que podem corroborar com o aparecimento desta (e, no pior dos casos, até mesmo a seborréia), como dormir com os cabelos molhados ou, até mesmo, tomar banhos muito quentes, o que faz com que o corpo produza mais glândulas sebáceas. O estresse e a ansiedade, aliados a estes maus hábitos são grandes causadores de caspas.

Distúrbios como pele ressecada, psoríase e eczema também são grandes responsáveis por esse inconveniente, sem contar, ainda resíduos de produtos capilares ou por contaminação através de um fungo chamado Malassezia globosa.  Os sintomas são de simples identificação e consistem em uma coceira permanente na cabeça e ao enfraquecimento e queda dos fios.

As células do folículo capilar são consideraras as mais sensíveis do corpo e sofrem severamente com a mudança brusca de temperatura. Na tentativa de manter a temperatura do corpo, essas células aumentam a transpiração e também a produção de óleo que, como dito nos parágrafos acima, é extremamente danosa para os fios e para o couro cabeludo.

Os homens, por terem o couro cabeludo mais sensível e, por isso, mais oleoso que o das mulheres, são mais propensos a desenvolverem caspa do que o sexo oposto e, por conta dos cabelos mais curtos, a doença é mais facilmente percebida também. A caspa comum costuma surgir entre os 10 e 25 anos e alguns estudos mostram que a doença pode melhorar após os 45 anos ou, caso contrário, persistir até a velhice.

Para tratar do couro cabeludo, são indicados tratamentos com argilas, provitaminas B5 e ingredientes calmantes, que devem ser feitos com alguns cuidados indispensáveis, já que a caspa deixa o couro mais sensível e, em casos extremos, é indicada a consulta com um especialista para que ele indique um tratamento adequado e que não deixara o couro cabeludo ainda mais sensível.

Lavar os cabelos todos os dias, usar xampus específicos para cabelos oleosos e evitar a todo custo bonés e chapéus são cuidados indispensáveis para quem sofre desse mau, além disso, para as mulheres que têm caspa, é recomendável pelos salões de beleza uma consulta com um dermatologista antes de aderir a qualquer tratamento que resseque ou de qualquer forma agrida ainda mais o couro cabeludo.

 

Gostou? Então conheça mais sobre a Pró-Corpo!


botao_agende



Compartilhe:

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Sobre o Blog
Cada detalhe faz a diferença! Acompanhe o Blog da Pró-Corpo e confira as melhores dicas de estética, beleza, cirurgia plástica, saúde e alimentação!
Instagram @procorpoestetica
Post Recentes
Receba nossa Newsletter

Nós te ligamos:

Por favor, preencha seus dados abaixo para entrarmos em contato com você.

Horário de funcionamento da Central de Agendamento:
De Segunda a Sexta-feira das 8h30 às 20h30 e aos Sábados das 9h00 às 15h00.