Você está preparada emocionalmente para uma cirurgia plástica?
Muitas pessoas acham que basta estar pronto fisicamente para fazer uma cirurgia plástica, mas não é bem assim. O emocional faz muita diferença no resultado final e no pré-operatório. Será que você está mesmo preparado para fazer uma cirurgia estética?

O Dr. Fábio Malzone, Cirurgião Plástico da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, tirou algumas das principais dúvidas dos nossos clientes. Confira:

Qual a importância de se preparar psicologicamente para uma cirurgia plástica?


Como qualquer outra especialidade médica, estar bem emocionalmente é importante pelo fato de o organismo reagir bem quanto a fatores imunológicos e de cicatrização. Quando organismo está com problemas emocionais há déficit da defesa do corpo e a cicatrização pode não ser a contento. Normalmente, a pessoa que não se prepara psicologicamente, fica mais suscetível a dor e o sono instável atrapalhando a recuperação. Gastrites e transtornos gastrointestinais são mais frequentes em pessoas emocionalmente instáveis.

Quais tipos de preparo psicológico a pessoa pode tomar antes da cirurgia?


Uma boa noite de sono é importante, sendo assim, as vezes é interessante o uso de algum indutor de sono para evitar o pré-estresse cirúrgico. Caso esteja com muito medo, a confiança no médico e uma conversa franca com  ele é importante, operar com um profissional em que não se confia pode trazer transtornos inclusive durante a cirurgia, pois há pessoas que o medo é liberado assim que é feita a indução da anestesia. É preciso se preparar também para saber que haverá dor e certos hábitos vão ter que mudar por algum tempo no pós-operatório.

Quais os riscos de fazer uma cirurgia psicologicamente despreparada?


Pessoas com medo e desconfiança têm mais labilidade à dor, dormem pior, e correm mais risco de baixa imunidade, o que levará a infecções e até abertura dos pontos. Isso acontece porque o organismo estressado se volta também em tentar restabelecer o equilíbrio, afetando assim a evolução pós-operatória.

Quais dúvidas a pessoa que quer fazer cirurgia plástica deve tirar com seu cirurgião?


Fatores limitantes da mobilidade, o que deve ser feito quanto ao repouso, alimentação, o quanto de dor pode ocorrer, os riscos da evolução da cirurgia como infecções, problemas na cicatrização, o quanto esperar para o resultado final, como deve ser a cicatriz, os efeitos da cirurgia, enfim, a pessoa deve estar a par dos prós e contras de se realizar uma cirurgia, deve esclarecer ao cirurgião suas expectativas de resultado, pois às vezes são irreais.

Caso o interessado na cirurgia tenha depressão, ele pode operar?


Caso seja uma depressão leve a moderada não se contraindica, mas uma cirurgia pode piorar o estado depressivo, assim a avaliação com um psiquiatra e psicólogo é bem-vinda e a cirurgia deve ser suspensa caso um desses profissionais não a indiquem. Quando estamos deprimidos as dores são sentidas de forma mais intensa, a paciência com o fato de não poder ter uma locomoção maior pode piorar estados depressivos.

Gostaria de acrescentar mais informações relevantes sobre o assunto?


Estar bem consigo mesmo na verdade é a primeira e a última condição para se realizar uma cirurgia. Pessoas que acreditam que vão resolver seus problemas emocionais através da cirurgia deveriam rever isso com o cirurgião e seu psiquiatra, problemas de relacionamento, luto, entre outros, não serão resolvidos com um a plástica. Baixa autoestima pode mudar muito após uma cirurgia plástica, mas não resolvem quando as expectativas são altas de mais ou irreais.

É preciso estar ciente e compreender a realidade do seu próprio corpo, aceitar impossibilidades físicas do seu corpo (cirurgião plástico não faz milagres!). Manutenção do peso, atividade física, procedimentos antienvelhecimento como exposição solar, cigarros, drogas também contribuem para manutenção do resultado das cirurgias.

Tem mais alguma dúvida? Deixe nos comentários que teremos prazer em responder! Afim de agendar uma avaliação com um médico especialista? É só clicar no botão abaixo!

Compartilhe:

6 comentários

6 comentários sobre “Você está preparada emocionalmente para uma cirurgia plástica?

    1. Olá, Lindalva. Tudo bom?

      Vamos agendar uma avaliação gratuita pra você conversar com um médico especialista? É fácil: Ligue para o número 4007-1437, ou acesse http://bit.ly/1p0M0qu. Após a avaliação, o time comercial colocará a sua disposição os preços e formas de pagamento. Uma delas com certeza caberá no seu bolso!

      Obrigado por ler nosso Blog,
      Um abraço da equipe Pró-Corpo!

  1. Tenho depressão crõnica de muitos anos, e atualmente estou pior. Gostaria de saber se a depressão pode piorar durante a cirurgia e comprometer a recuperação pós-operatória. Tenho medo de “ir e não mais voltar”.
    Grato!

    1. Boa tarde, Julio. Tudo bom?

      Você passa por consultas com psiquiatra e psicólogo? Se não passa, antes de fazer qualquer coisa, sugerimos que passe. Caso identifiquem algum problema, esses profissionais podem não indicar a cirurgia. Se estiver tudo bem, sugerimos que ligue para o número 4007-1437, ou clique no botão de agendamento acima para agendar uma avaliação gratuita com nossos médicos. Após a avaliação do médico, nosso time comercial colocará a sua disposição todas os preços e formas de pagamento. Uma delas com certeza caberá no seu bolso!

      Obrigado por ler nosso Blog,
      Um abraço da equipe Pró-Corpo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Sobre o Blog
Cada detalhe faz a diferença! Acompanhe o Blog da Pró-Corpo e confira as melhores dicas de estética, beleza, cirurgia plástica, saúde e alimentação!
Instagram @procorpoestetica
Post Recentes
Receba nossa Newsletter
Ligue agora

Nós te ligamos:

Por favor, preencha seus dados abaixo para entrarmos em contato com você.

Horário de funcionamento da Central de Agendamento:
De Segunda a Sexta-feira das 8h30 às 20h30 e aos Sábados das 9h00 às 15h00.